Lilypie Joana

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Diogo

Lilypie Third Birthday tickers

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

De onde vêm os bebés

Nunca pensei ter que responder tão cedo ao tema "Mamã, de onde vêm os bebés?"

Nos últimos tempos a Joana passou de não querer um irmão a querer quatro ao mesmo tempo.
Num mesmo dia começou com "Mamã não quero manos", "Só cabem aqui três, a Joana, a mamã e o papá" (no sofá, o agregado resumir-se-á a quem couber no sofá) e depois de muita confusão mental (minha, entenda-se), a desesperar, "prontos, mas também não há aqui mano nenhum", antes de ir para a escola terminou com "quero 4 bebés na barriga da mamã" entre lágrimas de infelicidade por não ter nenhum.
A questão de não querer tinha a ver essencialmente com a partilha dos brinquedos. Quando percebe que são brinquedos de bebé, partilha tudo e até quer 4.
Por isso agora fincou firme que quer um irmão.

E assim ontem à noite quando cheguei ao quarto e já estava ela deitada na cama diz-me:
"Estou muito triste mamã"
"Porquê?!" - my god, penso eu, que será agora.
"Porque eu queria um bebé e não tenho nenhum" - muito triste efectivamente
"Ó Joana temos que esperar que cresça na barriga da mamã"
"Mas como?! Como é que ele vai crescer?!" - com indignação
"Tem que ser um sementinha a crescer na barrinha da mamã. É como os feijões que pomos na terra, eles também crescem, não é?"
"Mas como? Como é que vamos arranjar feijões?!?" - com mais indignação.
"Tem que ser o papá a pôr uma sementinha na barriga da mamã"
"Ó papaááááá, tens que pôr uma sementinha na barriga da mamã!" - a chamar o pai, quase a chorar numa mistura de tristeza e alívio
"Sim Joana, mas temos que ter..."
"Paciência" - diz ela a terminar com a expressão de um livro que lemos no fim-de-semana
"Se não há uma grande confusão como acontenteceu com o Chip"
"Sim, o bebé não pára de chorar!" - descobre ela a pólvora 
"É isso"

Ufa... foi difícil...! Só contava com isto lá para os 8 anos no mínimo!

Sem comentários: