Lilypie Joana

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Diogo

Lilypie Third Birthday tickers

quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Diogo 8 meses


Aos 8 meses feitos no dia 23.Jan o Diogo começou a palrar a sério, com tá-tás, dá-dás, p-ps- t-ts. Durante o mês bem tentava, só que as sílabas saíam-lhe sem som, excepto se estivesse zangado a aí era um "mâ-mâ-mâ" delicioso.
Dá uns gritos agudos estridentes, mais de alegria e excitação e para chamar a atenção do que por choro.

Após a bronquiolite no início do mês / ano, ficou um bocado manhoso com a sopa. Distingue bem o doce da papa, fruta e iogurte daquele sabor sem sabor que é sopa de bebé e isto com que sopa for, carne ou peixe e por mais que troque os legumes. Vai comendo, mas com muitas piruetas para o distrair. O melhor truque é deixá-lo ganhar fome a sério :)

Com a doença e os antibióticos a meio da noite desregulou a barriga... e os sonos e voltámos às noites animadas e às madrugadas. Felizmente tem retomado o sono tranquilo, com noites de 10h e chorincos pontuais.

No dia de Natal experimentou pão e foi a loucura, assim como foi a loucura quando passados uns dias se entalou com uma migalha e deitou o lanche fora...
As bolachas maria são uma perdição, o que tal como foi com a irmã, é normal, empanturrei-me delas na gravidez e nas merendas nocturnas da amamentação.
O papa-frutas que lhe foi oferecido pelo Pai Natal dos primos gémeos é uma excelente invenção, além de saborear em segurança, coça as gengivas. E deixa-nos fazer as nossas refeições mais tranquilas, já que este menino pode estar de barriga cheia, mas se vir alguém a comer fica a ougar com os olhos mais pendurados do mundo e boca aberta. Dá vontade de lhe enfiar uma garfada de cozido à portuguesa.

No dia 24, o 2º dente incisivo começou a picar e agora já está cá fora a fazer companhia ao vizinho. Felizmente a única mossa que causa é apenas trincar tudo o que aparece.

Com o "loucas andam as galinhas" é uma risota, mal ouve a música estica os braços ao máximo e roda as mãos. Quanto maior for o número de pessoas a brincar, maior é a alegria. De vez em quando faz isso com qualquer música, como "olhem estou a fazer gracinhas".
Ao brincar no chão ou cadeira, não se contenta com o que está perto, tem sempre que mexericar em tudo e ir buscar os brinquedos mais inacessíveis! Por vezes até pega neles, põe atrás das costas e depois vai buscar, todo torto, atirado para trás, em grande ginástica abdominal. Um explorador!!!
Agarra-nos os cabelos e bochechas com força, puxa cabelos e tenta dar-nos lapadas. Gosta de me lambuzar as bochechas, mas ao pai faz logo cara feia, pica!

A espreguiçadeira é para esquecer, põe-se todo para a frente e tenta agarrar nem que seja o chão. Só usamos quando temos que estar pontualmente em qualquer lugar da casa, de resto fica na cadeira da papa ou no chão (ou no mimo do colo).
Agora que se senta bem, gosta mesmo é de estar em pé e já finca os pés com força. Sempre à frente!


A mana continua aquele doce que por exemplo ao ver o pai em desespero com a sopa "Anda lá Diogo, come, vira para cá, não, não esfregues as mãos na cara, não agarres a colher" diz "Coitadinho papá, não ralhes com ele, que ele ainda é pequenino e não percebe".
E pode acordar com o maior sono telha do mundo, a começar o dia devagar, devagarinho, como sua a progenitora, que se ele estiver acordado fica de imediato bem disposta e sorridente.

2 comentários:

Mara Quinta disse...

Encalhei ali na parte das 10 horas de sono :p Ai quem me dera! :)
Beijocas

Andreia disse...

Há dias de tudo, mas claro que não me posso queixar.
Hoje foi uma madrugada às 5h30, só naquela, para conversar e tal.