domingo, 3 de agosto de 2014

Andar - passo a passo

No dia 16.Julho, a uma semana de completar 14 meses, o Diogo engrenou no andar, testando as suas capacidades em percursos entre nós ou entre barreiras. Desde aí não quer outra coisa, tendo deixado praticamente de gatinhar, insistindo sempre que cai. Apurou a técnica e até manobras de rotação e inversão de marcha passou a conseguir. E lá ia ele a conduzir o táxi, mãos esticadas à frente em equilíbrio.
A expressão "quando andar é que vai ser" a nós não se aplica minimamente, já era suficientemente asneirento antes. Curioso, enérgico e repentino, começou, enquanto ainda gatinhava a cismar com a água wc. Depois passámos à fase da cozinha, armários, porta do lixo, lavandaria. Um boneco teimoso, por mais nãos que ouça.
Chegámos, aos 14 meses, no dia 23, em ritmo de corrida!
Esta semana estive três dias fora e no regresso encontrei um menino grande e a andar descontraído, mãos ao lado do corpo, tal gigantone desengonçado. E ouso dizer, um pouco mais controlado, pelo menos em casa, onde não há novidade.

1 comentário:

Mara Quinta disse...

Grande Diogo! :)
Já o amiguinho Pedro tem sido preguiçoso para engrenar nas andanças, já deu 4 ou 5 passos sozinho, sem apoio, mas prefere mil vezes gatinhar :)
Cada um com o seu timing ;)
Beijinhos