Lilypie Joana

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Diogo

Lilypie Third Birthday tickers

domingo, 24 de março de 2013

Slow down mode on


Desde 5ª feira as contracções pioraram, são mais, mais fortes e na barriga toda. A medicação não está a fazer grande efeito. Vou à médica amanhã avaliar a situação.
No sábado deram-me folga do trabalho e descansei mais. À noite, saí para o aniversário da minha amiga O., que mora mesmo aqui ao lado e não me senti nada bem, nem de pé, nem sentada, estava agoniada e deram-me algumas bem fortes. Costuma ser um aniversário bem animado, com pessoal bem-disposto, mas já nem ouvia nada... Só pensava que a criança ia nascer já e demasiado prematura. Já me imaginava a ir directa para o hospital e no que havia de fazer... Assustei-me bem.
 
E pronto, foi assim que dei um cartão vermelho a mim própria e hoje já não fui ao aniversário do meu tio, nem a Castelo de Paiva como inicialmente previsto. "Despachei" o marido e filha para lá a meio da tarde, para aproveitarem eles o fim-de-semana e fiquei a "sofazar", com toda a propriedade, sem tentar sequer arrumar umas roupas, organizar uma gaveta, pôr uma roupa a lavar. Senti-me bem melhor.
A ver se meto no chip que tenho mesmo que abrandar, entrar em modo "slow down" e banir a palavra "depressa" do vocabulário.
É que grávida tenho (e muitas mulheres têm) a noção (e irritação) das limitações, mas ao mesmo tempo uma força interior, que parece que posso suportar o mundo às costas, que sou capaz de tudo. Deve ser algo hormonal, algo biológico e inato isto de querer montar aquela prateleira, pendurar os quadros e candeeiros, ter "o ninho" em ordem, que contrasta com a necessidade de descanso.
Agora é controlar a força e orientá-la para o sítio correcto. Com calma.
 
 
 
Felizmente há um irmão habilidoso para pendurar uns quadros, encostados há 2 (dois!) anos à parede.
 
 
 
 
 

Sem comentários: