Lilypie Joana

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Diogo

Lilypie Third Birthday tickers

sexta-feira, 29 de março de 2013

Stop - paragem obrigatória


E vim para o estaleiro. Como as contracções pioraram a GO achou mais prudente descansar, sob risco de parto prematuro. De facto, mais repouso, está a resultar.

Pelo meio estiveram 3 episódios de "Uma aventura na Segurança Social" intercalados com 2 de "Uma aventura no Centro de Saúde". O atendimento foi, quase sempre, impecável (descontado algumas pessoas enfastiadas por terem que ouvir perguntas de utentes, ainda que seja a sua função. É o que dá a falta de concorrência, se eu fosse igual no trabalho, ninguém comprava nada). Aliás, a unidade de saúde familiar parece mesmo uma clínica privada, tal é a organização e cuidado com que fui tratada.

Passado o stress e a excessiva preocupação, sentar-me no sofá, usufruindo dos movimentos do bebé, é muito bom. Tem estado muito activo, dia e noite.
Como começo a dormir mal, também tem sido bom conseguir descansar durante o dia.

Hoje a Joana o pai foram de novo a C. Paiva, após muita insistência minha. O pai tem sido (ainda mais)  impecável, super esforçado para que estejamos todos bem e tem assumido o comando da casa e da Joana.
Ela está cada vez mais autónoma e compreende bem que é importante ajudar-nos, daí surgirem tantos mimos para a mãe grávida, mas claro que aos 4 anos ainda precisa de apoio e orientação nas suas tarefas.

Antes de saírem o pai fez questão de me ir buscar mantimentos, revistas e queria trazer mais coisas, eu é que não deixei. Trata-me com todo o cuidado.
Expliquei à Joana que não ía e respondeu-me: "Já sei mamã que não podes ir." Lá foi, substituindo-me pelo novamente pelo Farrusco (!) e ao fechar-se a porta do elevador acrescentou "Não te esqueças, fica bem!".
Custa-me estar sozinha, preferia estar lá, mas tenho consciência que é por um bem maior e prefiro que eles estejam a aproveitar o convívio, iria sentir-me pior se tivessem ficado.

E é por esta partilha, união, mimo, entre todos, que amo cada vez mais a minha família (se é que tal é possível), que está a crescer e que estar à frente de tudo, é a coisa certa.




Sem comentários: