Lilypie Joana

Lilypie Kids Birthday tickers

Lilypie Diogo

Lilypie Third Birthday tickers

domingo, 9 de junho de 2013

2ª semana - 31.Maio a 06.Junho


Na segunda semana há a destacar:

31.Maio - 6ª - 1 semana e 1 dia

- as vacinas BCG e Hepatite B no Centro de Saúde. Claro que nós e a avó R. não conseguimos olhar... Gritaste muito, acalmando rapidamente no mimo do meu colo.

- a festa do Dia da Criança na escolinha da Joana. Fizeram pinturas faciais e em t-shirts que trouxeram para casa. Fui eu buscá-la (adorou!) e vinha radiante!


01.Junho - sábado

- fomos à festa da Criança no Palácio, o nosso 1º passeio, a 3, depois de sermos 4, e o meu 1º também depois de tanto tempo no estaleiro. Apesar de ainda dorida, o que se agravou com o calor, soube bem! A Joana estava muito feliz! Estava imensa gente, mas deu para aproveitar algumas actividades com menor fila.
O Diogo ficou com a avó e portou-se muito bem. ;)


02.Junho - domingo

- caiu o cordão umbilical de madrugada, sem que o papá e a avó N., que lhe trocaram as fraldas durante a noite, tenham dado conta. Recuperámos da roupa suja!

- o papá voltou com a Joana ao Palácio, pois tinha ficado com pena de não ter experimentado os insufláveis.

- jantámos em casa dos tios V. e F. e o Diogo conheceu as primas C. e C. e o primo V..


03.Junho - 2ª

- pesagem no Hospital da Lapa: 2.450 kg! O peso de nascença recuperado! Ficámos felizes! A dra. Lurdes também, sobretudo por ter sido em tão pouco tempo e deu carta branca para continuarmos com o suplemento apenas à noite.

- A Joana começou a dar sinais de sentir falta de fazer as nossas coisas e ter os seus mimos. Não tem ciúmes directos, sente a nossa falta de disponibilidade.


04.Junho - 3ª

- Ligaram da escolinha com o telefonema que nunca é bom: Joana com febre... (4ª vez este mês com pico de febre).
Felizmente ainda deu tempo para aproveitar a festa da criança (2ª parte) com os insufláveis
O jantar e deitar foram muito agitados entre mim, pai e a avó R., à custa da doença e exigências da mini... Eu estava k.o....

- Após o banho está a tornar-se hábito o chichi em repuxo sobre a mãe!


05.Junho - 4ª

- Após 2 aventuras consegui tratar de metade do pedido do subsídio de parentalidade na Seg. Social...


06.Junho - 5ª - 2 semanas

- Resolveu não pegar na mama, ficou ali à espera que "pingue" como com o biberão da noite... Quando o forço não agarra, zanga-se, cabeceia, empurra-se com os braços contra mim e berra enervado. Foi à bomba...

- visita do tio João, que trouxe à mini máscaras do cão e do gato - foi uma diversão pegada!

- o Diogo ofereceu à mana 2 peixes dourados para retribuir o peluche da girafa que ela tinha dado. Ficou feliz da vida e conta a toda a gente!


Às 2 semanas:

- 1os sons (que não chorar), um " Uá" tão doce!

- cabelo a ficar loirinho

- pestanudo e com sobrancelhas!

- pelos na dobra das orelhas!

- um bebé calmo e doce!



Entretanto...

Desde terça a Joana tem estado doente, o que tem tornado esta semana extremamente cansativa e desgastante, entre os cuidados com o bebé, leites, agitação e febres nocturnas. Já não são tão altas como no início em que a tínhamos que enganar com Brufen no meio do Ben-u-ron, no entanto tendem em reincidir ao fim do dia e noite...
A pediatra disse que não tendo outros sintomas deve tratar-se de uma virose. Como são já 5 dias estamos a pensar ir hoje ao hospital para ficarmos mais tranquilos.
Tem-nos valido a avó R. durante a semana e os avós N. e N. e tia Cristina ao fim-de-semana, para conseguirmos dormir minimamente e dividir os cuidados. A Joana estando assim, só nos quer a nós com muito mimo e faz muitas birrinhas.

As preocupações não nos deixam descansar, nem usufruir tanto quanto queríamos desta fase, no entanto continuamos super-felizes como família de 4.


O Diogo continua um "dormilão", expressão que me saiu há dias sem querer. Já acorda mais facilmente durante o dia para mamar, mas apenas se pegarmos nele e mantém-se desperto por mais tempo. No entanto, a noite continua a ser "a cena dele" e à horinha certa, 3/3h começa a ranhetar e pedir o seu leitinho. Reloginho!
Com o tempo foi melhorando a sua técnica ao mamar e tornou-se profissional e fã da mamoca. Está quase com o estatuto da mana de "locomotiva". Dá cabo de mim em 45 min, "come tudo e não deixa nada".










Sem comentários: